©
Imagino-me em lugares onde não posso estar


Tenho três dias pra decidir
Se eu tenho que ficar
Ou prosseguir

Tenho dois segredos
Revelados quando sustento teu olhar
Meu coração é um cofre
Mas não quero te guardar

Meu corpo entorpece
E tudo tende a parar
Quando estou no mesmo ambiente
Em que você está.

E na escuridão do quarto
Iludo-me com teu beijo,
Mas você parece não se interessar.
E percebo que a experiência de te amar
Não é tão ruim,
Mas já basta,
Quando estou com você eu me perco
E me perder não é tão bom assim.

 - “Cainã Koweiter”

Encontrei teu verdadeiro mundo ao perceber que seu sorriso demonstrava tudo, menos felicidade.

Cainã Koweiter

Sou folhas secas
Papéis amassados
Vidros quebrados
Sou o choro inconsolado

Sou raio de verão
Livros no lixo
Sou o pó
O irreversível
O Chão frio

Sou vazio
Pois transbordei
E não fui tua enchente.

Cainã Koweiter.